Região Metropolitana de São Paulo



Área Territorial

A área da Grande São Paulo de 8.051 km² corresponde a menos de um milésimo da superfície brasileira e a menos de 4% do território paulista. Pequena? Nem tanto, porque a Grande São Paulo, com 38 municípios, tem aproximadamente as mesmas dimensões de algumas nações como Líbano (10.452 km²) e Jamaica (10.991 km²).

Demografia
A população, segundo dados do Censo de 2009, é de 19,8 milhões de habitantes, o que significa que aproximadamente um em cada 10 brasileiros mora na Grande São Paulo. Esse contingente populacional é cerca de 66% superior ao da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, a segunda do País.
Com essa população, a Grande São Paulo continua sendo um dos três maiores aglomerados urbanos do mundo, ao lado das Regiões Metropolitanas de Tóquio, com 29 milhões, e da Cidade do México, com 18 milhões de habitantes.

Aspectos Econômicos

A Grande São Paulo é o maior polo de riqueza nacional. Seu Produto Interno Bruto (PIB) atingiu, em 2011, algo em torno de R$ 760 bilhões.

Detém a centralização do comando do grande capital privado: aqui estão as sedes brasileiras dos mais importantes complexos industriais, comerciais e principalmente financeiros, que controlam as atividades econômicas privadas no país.
Esses fenômenos fizeram surgir na Região Metropolitana uma série de serviços sofisticados, definidos pela íntima dependência da circulação e transporte de informações, tais como: planejamento, publicidade, marketing, seguro, finanças e consultorias, entre outros.

A Região Metropolitana de São Paulo (RMSP) foi dividida em cinco áreas de operação, mais a capital paulista, para a concessão dos serviços intermunicipais metropolitanos. Foram assinados os respectivos contratos com as concessionárias de quatro áreas de operação, o que consolida a nova configuração da RMSP para a gestão do sistema. O município de São Paulo, por exercer uma função polarizadora, torna-se uma área comum a todas as áreas de concessão.

Área 1
É composta pelos municípios de Juquitiba, São Lourenço da Serra, Embu-Guaçu, Itapecerica da Serra, Embu, Taboão da Serra, Vargem Grande Paulista e Cotia que ocupam território 1.500 km², sendo 1.217 km² dentro de área de proteção de mananciais.

Área 2
É composta pelos municípios de Cajamar, Caieiras, Itapevi, Jandira, Carapicuíba, Osasco, Barueri, Santana de Parnaíba, Pirapora do Bom Jesus, Francisco Morato e Franco da Rocha, ocupando uma superfície de 968 km². Desse total, 140 km² estão em área de proteção de mananciais.

Área 3
É composta pelos municípios Guarulhos, Arujá, Mairiporã e Santa Isabel que ocupam território de 1.098 km², sendo 690 km² em região de proteção de mananciais.

Área 4
É composta pelos municípios de Ferraz de Vasconcelos, Itaquaquecetuba, Poá, Mogi das Cruzes, Guararema, Biritiba Mirim, Salesópolis e Suzano que ocupam território 2.135 km², sendo 152,14 km² de área urbanizada e 1.280 km² em área de proteção de manancial.

Área 5
Composta pelos municípios de Diadema, São Caetano do Sul, São Bernardo do Campo, Santo André, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra, distribuídos em área de 841 km², sendo 472 km² dentro da área de proteção de mananciais e 290.14 km² em área urbanizada.  

     Veja Também: