SP

Home EMTU

Imagem pagina

06/02/2024 - Obras do VLT entram em nova etapa com avanço na rua João Pessoa e abertura de mais 200 vagas de trabalho



Em reunião realizada nesta terça-feira (06) na Prefeitura de Santos, como acontece mensalmente, foi feito um panorama atual das obras com apresentação dos próximos passos 


                                                            Divulgação Prefeitura de Santos 

O secretário executivo dos Transportes Metropolitanos, Manoel Marcos Botelho, o prefeito de Santos, Rogério Santos, o diretor-presidente interino da EMTU, Francisco Wakebe, engenheiros e representantes da construtora Alya, estiveram presentes na reunião de trabalho realizada nesta terça-feira (06) para alinhar o avanço das obras do VLT no centro de Santos.

Com 60% das obras civis concluídas, a previsão de conclusão total destes serviços é julho de 2024 e os primeiros testes do VLT têm previsão de começar no segundo semestre deste ano. Etapa importante é a abertura de um canteiro de obras na rua João Pessoa, entre as ruas Dr. Cochrane e avenida Conselheiro Nébias, a partir de quarta-feira de Cinzas (14).

O gerente de Obras e Projetos da EMTU, Rodolfo Mahfuz, salientou a importância da obra não só do ponto de vista de mobilidade, mas também de melhoria da infraestrutura de toda a região por onde vai circular o VLT: “O sistema de drenagem implantado, por exemplo, deve melhorar o escoamento da água mesmo em situações de chuvas intensas e maré alta, um problema crônico em diversos bairros”, destacou. 

Novas vagas

O avanço das obras proporcionou a abertura de mais 200 novas vagas para o segundo trecho do VLT, incluindo as funções de armador, carpinteiro, encanador hidráulico, pedreiro, operador de mini-escavadeiras, operador de retroescavadeira, operador de máquina pesada e motorista. Os contratados têm direito a benefícios como: Vale Alimentação, Plano de Saúde, Seguro de Vida, Vale Transporte, refeição no local e salário variável entre R$ 2 mil e R$ 3 mil, dependendo da função. Os interessados devem comparecer ao  Centro Público de Emprego e Trabalho (CPET), que funciona no Poupatempo Santos (Rua João Pessoa, 246, Centro) com RG, CPF, carteira de trabalho e comprovante de residência. O CPET funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h, e aos sábados, das 9h às 13 horas.

Cronograma

Os próximos passos para a conclusão do trecho 2 do VLT incluem frentes de trabalho nas ruas João Pessoa, Amador Bueno (entre Praça José Bonifácio e rua da Constituição) e da Constituição (entre rua Amador Bueno e rua Sete de Setembro), onde serão executadas as atividades de remanejamento de rede de esgoto, redes de drenagem, banco de dutos, passeio, pavimento e via permanente. 

As estações Paquetá, Poupatempo e Bittencourt serão erguidas e haverá também a atividades de remanejamento de adutora, de rede de gás, calçadas, banco de dutos e via permanente na região dos cruzamentos da avenida Francisco Glicério com a rua Campos Melo e com a avenida Conselheiro Nébias. O projeto prevê ainda a construção de duas estações elevatórias de esgotos (rua dos Estivadores e rua Itororó). O remanejamento de postes e alteamento de redes elétricas serão realizados pela CPFL em todo o trajeto previsto.

Em 2023, foram concluídas as estruturas das futuras estações Xavier Pinheiro e Universidade I, o trecho do Boulevard na rua Amador Bueno e o trecho da rua Luiz de Camões. 

Os serviços prosseguem na avenida São Francisco e rua Bittencourt, que vêm recebendo obras de infraestrutura (remanejamento de redes de esgoto e gás, novas redes de drenagem, passeio e pavimento). Nas ruas da Constituição (entre rua Sete de Setembro e Avenida Campos Sales), Doutor Cochrane, Visconde do Embaré e avenida Visconde de São Leopoldo são executados trabalhos de banco de dutos (exclusivo para o sistema do VLT) e via permanente (por onde vai circular o VLT), além das obras de infraestrutura. As estruturas das futuras estações Mauá, na rua João Pessoa e Valongo, na rua Visconde do Embaré, também estão em execução.

Sobre a EMTU

Vinculada à Secretaria dos Transportes Metropolitanos, a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU) é controlada pelo Governo de São Paulo. Fiscaliza e regulamenta o transporte metropolitano de baixa e média capacidade nas cinco regiões metropolitanas do Estado: São Paulo, Campinas, Sorocaba, Baixada Santista e Vale do Paraíba / Litoral Norte. Juntas, as áreas somam 134 municípios, com transporte de aproximadamente dois milhões de passageiros metropolitanos por dia.


Atualizado em: 16/02/2024 09:07:18



Logotipo do Governo do Estado de São Paulo

A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos S.A. de São Paulo - EMTU/SP utiliza cookies, que são controlados e armazenados em caráter temporário, a fim de obter estatísticas para aprimorar a experiência do usuário. A navegação no nosso portal implica na concordância com esse procedimento, que se fundamenta na Política de Privacidade da empresa.