VLT da Baixada Santista

A operação do VLT da Baixada Santista começou em abril de 2015. Atualmente, nove estações das 15 previstas no trecho de 6,5 km entre Barreiros, em São Vicente, e Porto de Santos, atendem a população entre as duas cidades. O moderno Centro de Controle Operacional foi entregue em junho de 2016.

Além de moderno e não poluente, o VLT traz como benefícios ao passageiro da Região Metropolitana da Baixada Santista a redução do tempo gasto nas viagens e da poluição sonora.

Conheça o traçado e endereço das estações do VLT.

Integração Metropolitana

O usuário do transporte metropolitano da Baixada Santista a partir de 19/06/2016 conta também com o benefício da Integração metropolitana entre o VLT e 37 linhas intermunicipais

O sistema funciona da seguinte maneira: ao embarcar no ônibus metropolitano será debitada no cartão do usuário a tarifa da linha utilizada, e na integração com o VLT não será debitado valor adicional. No sentido contrário, ao embarcar no VLT, serão debitados no cartão o valor de R$ 3,80 mais o complemento da tarifa da linha no embarque no ônibus metropolitano. Por exemplo: R$ 3,80 (tarifa do VLT) + R$ 0,35 (complemento) = R$ 4,15 (tarifa do ônibus). O débito vai variar de acordo com a tarifa da linha a ser utilizada. 

É necessário que o usuário tenha o Cartão BRCard para a integração entre o VLT e as linhas metropolitanas. As informações para obter o cartão podem ser conhecidas no site www.brmobilidadebs.com.br.